16 de agosto de 2010

Dois homens podem "dar certo"?

Em tempos que se fala em casamento gay, união civil, em que faz campanhas para que as famílias LGBT mostrem sua cara no censo, parece meio obvio que todo mundo acredita que dois homens podem dar certo, enquanto família. Mas será que dois homens podem mesmo dar certo?
No último sábado o Grupo de Pais Homossexuais, coordenado pelos psicólogos Vera Moris e Edson Efendi, propôs justamente esta discussão. Discutirmos se o relacionamento entre dois homens é possível e quais são as particularidades de um relacionamento deste tipo.
Eu, envolvido num relacionamento de quase 8 anos, que eu acredito que tem se fortalecido com muita conversa e muitas atitudes de ambos, tenho a tendência a acreditar que sim. Que dois homens juntos podem estabelecer uma relação e podem construir uma familia.
O Edson, que fez seu mestrado baseado na questão da conjugalidade, coordenou o encontro, e trouxe, para dar um starter no assunto, uma tabela elaborada pelo pesquisador e sexologista americano, Richard Green, que mostrava os principais desafios que enfrentam um casal de homens, e que acabaram por ajudar a nortear as discussões.
Uma das questões que se discutiu, e que é fácil perceber, é a questão da homofobia internalizada, que muitas vezes impede os casais LGBT de formarem relacionamentos afetivos, pois a falta de aceitação de umou de outro, em maior ou menor nível,´pode ser um entrave. Neste aspecto também ficou latente a questõa que muitas vezes, num casal, cada um dos envolvidos está em estágios diferentes em relação a isto,o que pode ser ainda motivo de falta de acordo, de stress.
A questão que a legislação também não dá suporte a este relacionamento, também foi um fator que se mostrou importante, pois a falta de reconhecimento oficial , favorece a invisibilidade social...
A questão da identidade de "gênero" acaba pesando, pois num casal heterossexual os papeis do "Marido" e da "esposa" já estão arraigados, enquanto num casal de homens estes papeis tem que ser redimensionados, especialmente sob o aspecto que o jogo de poder, entre dois homens, é diferente do jogo de poder heterossexual.
Por ultimo se discutia que a falta de uma rede familair e social, por vezes, acaba isolando ainda mais o casal homossexual, impedindo que ele possa vivenciar atitudes e comportamentos de família.
Deu para ver que as dicussões foram realmente muito ricas, que geraram muitas reflexões, não é?

E você, acha que dois homens podem formar uma família? Que dificuldades acha que esta família enfrentaria?

14 comentários:

  1. a questão q eu me faço é: porque não?

    ResponderExcluir
  2. o Foxx tem razão. Os casais heterossexuais também passam por provações. Nós não seriamos diferentes claro. Numa relação de amor tem de existir, acima de tudo, amizade. Havendo confiança e respeito, porque não criar uma família?

    ResponderExcluir
  3. olá! tudo bom!? passandpo para deixar minha marca aqui ... tenho lido seus textos e apesar de eu ser uma garota me identifico muito .. sao realidades semelhantes ... sou uma garota homosessual com sonho de um dia ser mãe ... bom, se der depois passa em meu bloge e dá uma moral .. é sobre Educação Física e surf... se tiver orkut add ai

    nelsonhaha100@yahoo.com.br

    beijos Cristina Aqüa Boy ®

    ResponderExcluir
  4. Vera Moris4:14 PM

    A discussão não morre com um porque sim ou porque não - mas sim com um exaustivo questionamento dos fatores que favorecem a união homoafetiva, ou que a estressam. Para que dure e dê certo qualquer relação tem que encontrar saídas criativas para superar os estressores. Essa nossa discussão no grupo de pais ainda não acabou - vai continuar no próximo encontro no dia 11 de setembro e depois a gente conta mais aqui o que os pais pensam sobre isso. bjs em todos

    ResponderExcluir
  5. Anônimo6:38 PM

    Acho que a questão de dar certo ou não, não pode ter como base a questão de ser entre dois homens, e sim de dois seres diferentes, com desejos e anseios próprios. Já faz tempo que os relacionamentos héteros já vinham com um acordo "o que faz cada um". Os acordos e os encaixes vão aparecendo a medida que o relacionamento amadurece...E se não der certo, a culpa não foi a homossexualidade ou a disputa de poderes. As pessoas são o que são independente de sua condição sexual. O outro aceita ou muda, ou se muda, de acordo com suas conveniências e interesses.

    ResponderExcluir
  6. Faço essa pergunta a minha conciência diariamente. Num passado não tão distante eu achava que não era possível, mas hoje eu acredito sim que duas pessoas do mesmo sexo possam se amar, construir algo juntos, ter uma vida amorosa duradoura.
    Para isso é só sentir aflorar o sentimento mais belo que existe em cada um de nós, o AMOR!

    PARABÉNS PELO BLOG!
    estarei sempre por aqui!

    bjoxxxxxxxxxxxxxxx

    ResponderExcluir
  7. tenho ceteza que sim,o que deve prevalecer entre os dois e a compreençao se o amor for verdadeiro nimquem separa,eu sou casado com uma mulher mas queria mesmo era esta casado com o grande amor da minha vida ele se chama Fenando,mas nao deu certo ele tem vergonha de sua familia descobrir ai terminamos.

    ResponderExcluir
  8. Sinceramente, acho que a sociedade ainda precisa evoluir muito para que dois homens possam formar família sem causar nenhuma consequência negativa para os filhos. Sempre me coloco no lugar dos outros e jamais gostaria de ouvir piadinhas ou ter que ficar escondendo meus dois pais ou minhas duas mães. Mas também acredito que enquanto alguém não der a cara pra bater, essa situação não vai evoluir. O amor num meio homossexual é raro, mas é possível ser encontrado. Dois homens, apesar de algumas limitações, podem ser muito felizes juntos, dependendo do local onde vivem e da independência financeira de ambos!
    Parabéns pelo blog!!!!

    ResponderExcluir
  9. Thiago4:57 PM

    Concerteza pode dar certo, basta que os dois saibam que o mais importante em um relacionamento é o diálogo e que os dois tem que enfrentar juntos as dificuldades e festejar junto as alegrias, só não dara serto se um dos dois querer mandar mais que o outro, afinal, são um casal e as decisões devem ser tomadas juntas e os dois de vez em quando tem que ceder e ñ um só.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo12:16 AM

    cara, eu sou um homem, tenho sonho de ser pai e acho que sim, é possível eu e um homem termos um relaciona,mento tão intenso quanto um casal hétero ate por que, o caso seria: ser fiel ao meu companheiro. sem traição, sem brigas e nem stress, sem isso, familia normal e feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diz que Pode forma uma Família sem preocupação, mas e obrigado a Pegar Filhos em Orfanatos pra Dizer que e uma Familia, Porquê vcs não tenta gerar filhos? Entre si mesmo.
      Quando vcs gerar me avisa ai eu digo que pode ser uma familia entre 2 Machos Gay

      Excluir
    2. nossa meu amiguinho UNKNOWN... quanta bobagem! Casais heterossexuais sem filhos não são família? casais heteros que adotam filhos por serem estéreis não são família? vc tem que entender que familia é um conceito muito mais amplo, pessoas que se cuidam, que se amam, são uma forma de familia, podem ser amigos, pois muitas vezes somos mais bem cuidados por nossa familia de escolha que pela familia biologica... pensem mais e reflita...

      Excluir
  11. Anônimo11:23 PM

    Estou prestes a entrar nos 34a sem nunca ter namorado serio. Ja tentei de inumeras formas achar alguem que queira um relacionamento duradouro, mas sem sucesso. Me vejo em uma trama sem muitas opçoes, ninguem hj em dia busca algo recipocro. Desculpe o desabafo, mas preciso achar esse alguem pra acreditar que eh possivel

    ResponderExcluir
  12. Anônimo8:44 PM

    Com todo o respeito, vocês realmente acham correto alguém, pelo desejo de gerar um filho, tirar o direito desta criança ter um pai ou uma mãe? Esta atitude para mim é de um egoísmo absurdo.

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário! Assim que possível lhe dou um retorno!